terça-feira, maio 09, 2006

CONVITE

Vazio de Cores



(...) As palmas eram merecidas, mesmo muito. O Grande Mestre, que tinha chegado das grandes cidades, afinal tinha feito desaparecer todas as tristezas daquela pequenina Aldeia. (...)

(...) Ela entrou de rompante, apareceu em palco e não se intimidou mesmo com as luzes a baterem-lhe de frente e pela frente no seu desnudado corpo, mesmo sem saber se havia muita gente a assistir ao seu desempenho, aquela rapariga vinda da Aldeia não mostrou medo à grande cidade. (...)

Entre a Cidade e a Aldeia ficava o Vazio, podiam ser uns parêntesis, uma fase intercalada ente os dois espaços, nas extremidades daquele buraco ficavam duas vidas, mas ali nada existia, nada, a não ser uma tela pintada a negro, podia-se tentar visualizar, sintonizar mesmo, paisagens lindas e belas, verdejantes, montanhosas, sinuosas, brilhantes, com vales, pequenos vales, rios, ribeiros, ribeirinhas, árvores, arvoredos, moitas, cães, gatos, coelhos, pássaros, mas uma cortina cinzenta transparente teimava em cair sucessivamente naquele vazio espacial.
Naquele desprovido, desocupado e destituído caminho, podia fazer-se uma auto- estrada de sons, estridentes contínuos, com ligeiras protuberâncias, ligeiras bossas, no aproximar desses sons que atingem velocidades irracionais, velocidades fora do controlo humano, aqueles sons formavam uma música com batidas ritmadas, na ordem dos 60 batimentos por minuto mais coisa menos coisa, era uma música ao ritmo cardíaco.




(...) No meio dos movimentos do Grande Mestre, movimentos estudados pelos anos de saltar de Aldeia em Aldeia a levar o seu espectáculo de Magia e ilusionismo, movimentos quase graciosos, que levavam o seu longo manto, capa, isso mesmo, a sua enorme capa a esvoaçar, a passar pelos rostos das pessoa que se sentavam na primeira fila, num desses movimentos, enquanto na sua enrugada mas hábil mão mostrava um baralho de cartas, tudo parou à sua frente. (...)

(...) No calor e no meio de bafos ressabiados, de gentes ávidas de ternuras fictícias, de gentes que se alimentam de sonhos, naquele palco sozinha, mas sem se intimidar com aquela panóplia de gentes que estavam ali para extorquir a sua vida, para se alimentar da sua graciosidade, eles que sonhavam um dia em ter uma mulher assim na sua cama, elas que sonhavam e fantasiavam um dia poderem dançar assim.
Num dos seus saltos que a tornaram famosa, num axel, numa perseguição dantesca imaginária, ficou suspensa no palco e na sua respiração. (...)

Naquele corredor de som que se abriu, no lugar vazio, sem tempo, onde aquelas almas se cruzaram, onde a bailarina regressou à Aldeia que a viu nascer e o Grande Mestre voltou à Cidade onde teve noites de glória.
No cruzamento daquelas Almas daqueles espíritos, no meio daquele vazio daquele parêntesis, estava uma caixa vermelha, vermelha como o Sangue.



A






E EU (CARLOS BARROS) CONVIDAM-VOS, DIA 13 DE MAIO, (DIA DE MILAGRE), PARA A APRESENTAÇÂO DO LIVRO "VAZIO DE CORES" EM VILA NOVA DE GAIA, NO SOUND CAFFÉ (PRAIA da MADALENA)ÁS 22 HORAS.

desta vez APETECEU-LHES

"Por vezes os sonhos podem tornar-se em milagres, ou os milagres em realidades."
Charles de la Folie

20 comentários:

Binoc disse...

Compro ! Mai nada.
Um grande abraço

miosotis disse...

Vim agradecer sensiblizada teu olhar no meu espaço e tb o gentil convite!

Penso q tens aqui um excerto do livro q vais publicar!
Quase poderíamos [ou será mm essa a ideia?!] comparar o palco descrito, a este cinzento palco da net iluminado pelo sonho de alguns...

Faço votos q td corra na medida dos teus anseios!
Estarei atenta à edição!

Mts parabéns!

Foxylady disse...

Agradeço a visita ao meu sitio... Infelizmente vou colocar a diversão á frente da cultura... Dia 13 é a Gathering em Lisboa....
Beijossss

greentea disse...

não poderei lá estar, mas gostei muito do que li e faço votos para que corra da melhor forma para ti.

Adorava publicar um livro!!

Um beijo.

Tatiana Valentina disse...

Oh... se fosse cá em Lisboa, eu sempre que posso gosto de "conhecer" novos livros.

Bjs e Boa sorte

b' disse...

parabéns!!!

beijinhos
@:)

augustoM disse...

Vila Nova de Gaia, tão perto e tão longe. Os meus parabéns e votos das maiores felicidades para o lançamento.
Um abraço. Augusto

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Que todos os teus sonhos se tornem em felizes realidades.
Beijos

Choninha disse...

Espero pelo lançamento em Lisboa...

Tia Concha disse...

Bem,

Pelos visto devo ser a única caça autógrafos...

lá estarei...~

um para mim e outro para o Cruzeiro....

Kalinka disse...

Pois é, o tempo voa e o dia D está a chegar, é já dia 13 - um dia muito especial.
Para TI será mesmo muito especial devido ao lançamento do livro ao qual tanto tempo dedicaste, deixando outras coisas para trás.
Aqui ficam os meus votos de que tudo corra às mil maravilhas, com muito sucesso, e tal e qual tu desejares.
Depois saberemos os pormenores, espero vir aqui ler sobre o assunto. Boa sorte. Felicidades.

Micas disse...

Este livro so pode ser um sucesso, lancamento de uma realidade em dia de milagres e vespera do meu aniversario ;))) so pode dar muito certo. Obrigada pelo convite, adoraria estar presente mas...contudo nao quero deixar de adquirir o livro, autografado se nao for pedir mt, achas que e possivel, se sim, deixa-me pfv o teu endereco de mail. Grata.
(Desculpa a falta de pontuacao, estou sem pc e o notebook nao tem teclado em portugues)
Beijos

{-Sutra-} disse...

Agradeço de novo o convite, mas realmente não é possível. Longe para mim.
Mas pelo que já li neste pedaço é um livro que promete sucesso :-)

Felicidades e que seja um grande dia no sábado :-)

Bj doce

sa.ra disse...

olá!

:)
obrigada pelo convite!

mas não posso :(

é a primeira vez que visito este espaço... e assim de repente fiquei com vontade de voltar! gostei!

beijinhos!
um dia feliz!

Manoel Carlos disse...

Doutro lado do Atlântico, resta-me desejar que o lançamento seja um sucesso.

pisconight disse...

Mais uma vez boa sorte para amanhã!!!
Estou a torcer por ti!!
;)

Carmem L Vilanova disse...

A todas as mamaes do Mundo,
A todas as mulheres que ainda nao o sao, mas que têm em si este desejo latente,
A todos os homens, filhos, esposos, irmaos, netos,
Aos que ainda têm a alegria desta presença-companhia tao especial,
Aos que choram sua ausência,
A todos que reconhecem a importância deste Ser Divino em nossas vidas,
Deixo muitos beijos, muitas flores e muitos sorrisos neste dia tao lindo!

Menina_marota disse...

Só para confirmar a minha ida...com direito a autógrafo, claro...

Bj ;)

Poesia Portuguesa disse...

Lá estarei... ;)

Bj ;)

Daniela Mann disse...

Hoje é o grande dia!!!
Desejo-lhe muito sucesso neste dia tão especial!
Um abraço amigo,
Daniela