domingo, março 12, 2006

Cowboyada




Estava aqui a pensar no que havia de escrever e comecei a lembra-me do filme que tanta polémica tem gerado nos Estados Unidos – “Brokenback Mouontain” a estória de dois Cowboys a maneira antiga, só que com gostos modernos, isto aligeirando um pouco a estória que me merece todo o respeito.
Apesar dos Óscares terem sido no domingo e o Taiwanês Ang Lee ser o mais provável vencedor, (que não foi)não é deste filme que quero falar, mas sim de outros filmes e de outras realidades – a nossa.
Associei os cowboys aqueles empolgantes assaltos a Bancos em pleno Faroeste.
O Problema é que por aqui, são os Bancos que assaltam os portugueses.
Este ano os lucros dos 4 maiores bancos portugueses foram assim:
Contas feitas, já depois de pagos os impostos:

• O BCP ganhou mais de 753 milhões de euros,
• O Santander Totta 340 milhões,
• O BES lucrou mais de 280 milhões,
• O BPI 251 milhões.

Nada de especial, para a crise que se diz para ai instalada.
Na semana passada o Banco Central Europeu, aumentou a taxa de juro em 0,25%, o povo ficou boquiaberto porque vêm para ai mais aumentos nas taxas de juro, por outras palavras ficaram preocupados e é de ficar. – Só um pormenor que será por certo um “pormaior” é que os bancos já a pensar neste possível aumento já o tinha feito no princípio do ano, e assim começarem já a acautelarem os lucros a apresentar no próximo ano.
Mas como um roubo nunca vem só os Bancos agora andam a estudar como sacar mais uns “tustos” aos Portugueses com a Taxa de Multibanco, primeiro incentivaram-nos a fazer tudo pela caixinha milagrosa, para assim reduzirem custos em pessoal e agora dão o golpe final, quando toda a gente está mais ou menos dependente da “coisa” criam uma taxa. Cá para mim vai voltar a moda do tempo dos cowboys – não, não é a utilização de dinamite e bombas – mas sim guardar o pouco dinheiro que se ganha debaixo do colchão.

Apeteceu-me

"Um dia a indignação dá lugar a explosão". Charles de la Folie

23 comentários:

Micas disse...

Os Bancos são quem mais lucram com a crise, e pelo que ouço as coisas por aí não estão fáceis!! Mas a crise não é só em Portugal, por aqui tb se sente embora eu ache que o pessoal se queixa de "barriga cheia". A diferença é que em Portugal as pessoas se endividam ao máximo apenas porque vivem mt das aparências (se o vizinho tem, eu tenho que ter ainda melhor e maior...), um país pobre com mania de rico, enquanto que aqui é um país rico com mania da poupança ;)
Já tinha saudades de cá vir, a música continua a ser do melhor :)
Bom domingo!

Su disse...

gostei de ler "o banco que assalta o povo" :)))))))))))
jocas maradas

BlueShell disse...

...e continuas em FORÇA!!!

Tenho andado atarefada...agora passo a vir mais vezes
Jinho, BShell

augustoM disse...

Chama-se a isso vampiragem, sugam-nos o sangue todo, e malta de braço estendido, não para pedir esmola, que isso é uma vergonha, mas para eles tirarem melhor o sangue.
Um abraço. Augusto

Maria Manuel disse...

... e qd explodimos a hortaliça toda na cozinha?!!! N vale encolher, nem arrepiar... ;-)

your disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sally disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sally disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
*Lady Laura* disse...

Me gusta la canción que has puesto ahora, si si si !!!!.

Choninha disse...

A música está fantástica! Agora, ó Repúblicano, deixa-te de depressões, a Primavera voltou e o sol e o calor são de borla! E os gajos não choram!

BÓLICE disse...

lol xonas lol

inté

Tia Concha disse...

Falando com conhecimento de causa, os lucros também são óbtidos às custas do "couro" dos funcionários, passo a explicar, somos medidos diariamente pelo número de "produtos" que vendemos, temos rankings diários, trabalhamos 12a 11h diárias e horas extraordinárias é "grupo", férias, adiam-se,etc...

Mas o lado bom é que temos um bom seguro de saúde, taxas de juro simbólicas e distribuição de lucros!

Mas concordo plenamente contigo, os clientes pagam taxas, comissões por tudo e por nada!

Mas quanto mais crise há, mais lucra a Banca!

Aragana disse...

Garanto-te que tenho falado sobre isso com imensa gente! E que acho cada vez mais que o dinheiro está mesmo melhor por baixo do colchão!
Obrigado pela visita!

pisconight disse...

HAHAHA
Sempre em grande, carlos!!
Já cá não aparecia há (é com agá?) uns tempos, mas vejo que continuas em grande forma!!
E o pior é que tens razão, qualquer dia o people volta a guardar o dinheiro debaixo do colchão...
;)

Barão da Tróia disse...

O corporativismo de que já se queixava Eça, continua vivinho da silva, nós os pobres pacóvios que alimentamos esses abutres continuamos alegremente sem nada dizer nem fazer, elegendo os imbecis que acolitam e protegem as corporações, paciência.

Tribunal_Beatas disse...

Os dados que aqui mostraste acerca dos lucros dos bancos demonstram que as coisas não estão tão más quanto dizem ou então que o português, para fazer boa figura em frente aos vizinhos, penhora-se até aos cabelos!
Aos bancos resta-lhes utilizar a "esperteza" dos portugueses para meterem mais uns cobres ao bolso. E como hoje em dia andar com dinheiro na carteira é mais perigoso do que andar com o plástico, mais uma vez eles valem-se disso. E o português lá vai entrando nos cambalachos todos. Enfim...
Bom fim de semana

Binoc disse...

Também não curto bancos.
Aquele abraço.
(desculpa lá a visita de fugida)

José S. disse...

Só em Portugal é que se permitem aberrações destas.
Concordo que se volte ao tempo dos cowboys mas que seja mesmo com dinamite.

O Micróbio II disse...

Atenção...
O Micróbio mudou de casa. Agora está nesta rua:

http:\\o-microbioii.blogspot.com

Eric Blair disse...

Pá, ainda bem que há quem repare nestas coisas. É que já começava a pensar que era eu que era esquisito.

Maria Manuel disse...

Então e já assinaste a petição?

http://www.petitiononline.com/bancatms/petition.html

contadordehistorias disse...

Epá nós cidadãos deviamos cobrar um imposto sobre a estupidez e burrice dos nossos políticos...


abraço

João Mãos de Tesoura disse...

Está na hora de comprarmos colchões novos!