terça-feira, abril 15, 2008

Apresentação - Como Matei o Ministro - Lisboa

Já está... Gostava de conseguir escrever sobre mim, mas as ideias desvanecem-se e prostram-se.
- Como Matei o Ministro - Foi apresentado em Lisboa, numa das suas últimas etapas de maturação -, agora há que o decantar e bebê-lo - calmamente.



Uma "grande" amizade entre nós - Zé e eu.


Um amigo do dia-a-dia - Carlos Silva



Gente Bonita em amena "cavaqueira"



As explicações sobre a "Morte" do Ministro

Apeteceu-me

"Por vezes numa linha paralela os sonhos e os pesadelos cruzam-se." Charles de la Folie

16 comentários:

Nelita disse...

Cruzam ...Cruzam..
se cruzam ...
Parabens :)
bjito

cassamia disse...

e eu que não saio dessa linha e nunca sei às quantas ando...
_____

parabéns!

Nelita disse...

O charlie... raça.. bem ... essa é uma pergunta que n te sei responder... a sua mãe foi abandonada grávida... teve os bebes em frante ao prédio... alguém teve pena ajudou ... mas falta encaminhar as duas últimas manas do charlie :)
bjito grandeeeeeee

Anónimo disse...

Grande Charles, concordo... falar sobre nós é sempre um pouco "complicado". Como teu amigo tenho o à-vontade suficiente para dizer que és "senhor" de um coração generoso, "bom miúdo", um crente convicto do nosso Sporting e sabes manusear a pena com mestria.
Já "o" decantei, iniciei a degustação....boa casta!!!
Estejas onde estiveres...aquele abraço do tamanho do mundo!!!

Bino disse...

5-3 Gostaste ? ;)

Dumuro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
augustoM disse...

Amigo Carlos
Foi um prazer enorme voltar a estar contigo e nas circunstâncias que foram. A apresentação voltou a ser muito gira. Não tinha comentado mais cedo, pois queria ler o teu livro. PARABÉNS, o teu amigo tinha toda a razão quando disse: leiam que vão gostar. Gostei muito do conteúdo, uma histeria sem história muito bem arquitectada. Quanto ao estilo, excelente. Penso que deves continuar a explorar essa forma de escrita.
O maior sucesso para o teu livro. Um abraço. Augusto

lélé disse...

A sugestão é meio perigosa! A gente bebe e depois (de) canta o livro e sabe-se lá não passamos a gostar de matar ministros!... Seria o sonho de uns cruzando o pesadelo de outros...

Anónimo disse...

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

isabel mendes ferreira disse...

matar um ministro assim...

até seria uma benção Carlos...:)


_______________

todas as alegorias são bem construídas. muito.


prazer de ler.


obrigada.


beijo.

Tia Concha disse...

Quando e que vem cá ao Porto!!!!!!1

lélé disse...

Em termos de Bertrand, até hoje, ainda só tiveram direito uma loja nova em Viseu e uma no Algarve. A qualquer momento aguarda-se a chegada do livro a uma Bertrand perto de mim...

Gata Verde disse...

Muitos parabéns!
Lançar um livro é uma emoção,não o digo por experiência própria,mas pelo meu "jove" Rafeiro Perfumado.

Muitas felicidades

anad disse...

Parabéns. Quero ler.
Anad

anad disse...

Bom fim de semana e bom feriado
Anad

Raquel Vasconcelos disse...

Há que tempos que não nos cruzamos.
Muitos parabéns pelo livro!