segunda-feira, outubro 10, 2005

Que Importa, são "Souvenirs" ?!

Começo a não ter qualquer dúvida sobre a crise de valores que se instalou no nosso País.




Domingo, 09 de Outubro de 2005


Dia chuvoso aqui para os lados da Costa de Caparica, além do céu cinzento, o mar liberta espuma, a espuma que resulta da força das ondas que embatem e embalam as pessoas na sonolência do dia.
O repasto de Domingo é bom muito bom, um belo entrecosto com feijão preto um bela Tapada não sei de onde a regar esta bela dádiva do nosso trabalho, porque se não trabalharmos, acreditem que nada nos cai do céu… a não ser uma bela chuva de problemas.
A noite… o esperado, ver para crer, descobrir como o crime compensa, como o nosso País se está a desmoronar, a vitória de uns a derrotas de outros, outros derrotados e que não o aceitam, outros que culpam sei lá quem pela derrota e outros ainda que aparecem não sei de onde a cantar a vitória.
Sempre pensei que as eleições autárquicas tinham a ver com “gentes da terra”, ai até que aceito Fátima Felgueira, foram as gentes da terra que a quiseram eleger mesmo depois de fugir, acredito, sempre acreditei nos Dons Sebastianismos, só por isso aceito este facto, aceito o facto do crime compensar no nosso pais, estou a pensar muito sinceramente mudar de vida, vou começar a “roubar” a roubar-vos a todos, só assim vou ter muito mais leitores no meu blog, nesta minha República e vão todos venerar-me por eu seu um ladrão, por vos roubar.
Mas se entendo algumas dessas coisas, não entendo o que faz um homem de Évora em Santarém, como é que um homem de Évora ganha a câmara de Santarém.





Só o entendo por não haver gente capaz em terras Escalabitanas, não tem a ver com politica nem com qualquer outra coisa a não ser, como é que uma capital de Distrito não consegue um homem da terra para ser eleito presidente da câmara, acreditem que me faz confusão.
Hoje talvez entenda uma série de coisas, o Talvez de Santarém ser considerada uma cidade fantasma, claro só pode ser, só assim entendo que tenha um homem de uma outra cidade ter ido conquistar Santarém. Mas se votaram nele é porque gostam, por isso como dizia o meu Avô Padre - Tá-se Bem.


Apeteceu-me


“ O Povo por vezes cega-se com a sua ingenuidade!” Charles de la Folie

38 comentários:

Anónimo disse...

Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I'll pay you $10 - $50 hr to work at home using your computer. All you need to do is visit my website and sign up for free.

Come and check it out if you get time :-)

heidy disse...

Amo esta musica... bolas que pontaria! um pouco inocente e no entanto...
Quanto ás eleições: o povo é quem mais ordena, nem que seja de forma negativa. Hoje premeia-se os dos sacos azuis ou rodas ou que raio seja e deixa-se de lado quem apresenta um curriculo limpo. Sim senhor... bela reflexão... é por essas e por outras que não sou de nenhum partido! é tudo farinha do mesmo saco.

Lumife disse...

Também no meu blog estou falando de eleições. O M I saíu vencedor.

Insolente disse...

nas autarquicas os corruptos paparam as camaras todas... temos o que merecemos pelos vistos... ou somos mesmo ingénuos... sei lá... bem hajas

public pervert disse...

Nunca o disse, mas a tua escrita é demais. Estes dias... São cinzentos. Dão para pensar demais.

mónica disse...

és tu ou há mais?

mónica disse...

;-)

sem cantigas disse...

sem ressentimentos! o voto é livre!

Betty Branco Martins disse...

Olá Carlos

NÃO FALO DE ELEIÇÕES NOS MEUS "ESPAÇOS" :)))

Senti-me assim... como um URSO um CAMELO quando estava a votar e a sensação não foi nada boa!!!

Mas, fizeste aqui um bom trabalho, como sempre!

Beijinhos

Paula Raposo disse...

A mim sempre me fez uma confusão do caraças lá isso fez, como é que alguém que não é da terra se candidata...nem é o ganhar, é o candidatar-se!! Há coisas, e tantas, neste país, que não deviam ser mesmo permitidas...democracia sim, óbvio, mas há limites para a demagogia e para o roubo!! Pôrra! Desculpa lá, mas por acaso até me estou a passar com isto tudo!! Continua a dar-lhes...beijos

agua_quente disse...

"Começo a não ter qualquer dúvida sobre a crise de valores que se instalou no nosso País."
Mas tinhas dúvidas? :))
Pá, salvou-se Amarante. :) E já não é mau...
Beijos

esfomeado disse...

eles comem tudo
eles comem tudo
eles comem tudo e não deixam nada

não vais prá política mas andas sempre com o nariz no tacho

depois andas a beber água e a comer couves cozidas eh eh eh eh eh

GNM disse...

A democracia não é um sistema perfeito. Mas ainda assim é a menos má das formas de Estado...

Boa semana...
Fica bem!

toupeira disse...

O mal da democracia é que os perversos se aproveitam dos ingénuos

Talk Talk disse...

Acho que a citação final diz tudo e corresponde exactamente ao que se passa: ingenuidade.
Um abraço.

Silvino Évora disse...

Olá Carlos:
Obrigado por ter "pisado" o meu blogue. Olha, não sou irmão do Moisés, mas sei de quemj estás a falar.
Um grande abraço e continuação de bons posts.

Tribunal_Beatas disse...

A frase de la Folie que escolheste para este post não podia estar mais de acordo com o que se passa. O povo é soberano, mas por vezes deixa-se levar pela euforia.

Já não ouvia esta música há que tempos! :)

Adryka disse...

Olá amigo, sabes que por vezes me sinto envergonhada de pertencer a este povo tão ignorante, estas eleições, foram comparadas a um país terceiro mundista onde a corrupção e a malvadês venceu, lamento muito.
Um beijo para ti

Os Três Porquinhos disse...

A verdade foi escarrapachada neste texto. As suas dúvidas são a as nossas dúvidas.
Os ensinamentos que nos deram terão obrigatoriamente de sofrer uma revisão. Quem nos ensinou que o crime não compensa já não deve estar cá para ver a volta que o mundo deu e se ainda está... então morreu de desgosto.

pisconight disse...

O problema é haver muitos senhores que apenas pensam em engordar e não se preocupam com o que as freguesias, as cidades e o próprio país necessita na realidade.
Infelizmente já não o é de agora, mas porra, já chega. E doi tanto...

Su disse...

gostei do que li, mas digo mais ingenuidade é uma coisa, estupidez é outra...
jocas maradas de maradas

mocho disse...

Se dúvidas houvesse, forma dissipadas com estas eleições: o populismo sobrepôs-se à competência; a ausência total de valores sobrepôs-se aos valores tradicionalmente aceites como sérios e a imoralidade (a par com a legalidade amorfa feita à medida do nosso povo e pelo povo) tomou conta do bom senso; Como lúcidos existem poucos, acho que se enveredares pelo mau caminho, terás, efectivamente, muito mais sucesso; Acabas é por perder a meia-dúzia que ainda é idónea mas quem quer saber disso???

margo disse...

monica, monica
tira o véu

Elsa disse...

desculpa se eu gosto sempre mais de comentar as tuas frases finais... mas é que elas dizem sempre tanto!!...
E talvez ela seja no fundo, uma boa síntese do teu post. Há tradições que deixaram de ser tradição... Daqui a pouco há presidentes de Câmara que ninguém, na sua terra, conhece de lado nenhum...
bjs

mónica disse...

discrição e véus não é coisa que use, mafalda e margo, incomodam os meus comentários? o pessego que decida! :-) até lá, estou proibida de cá vir comentar :-(

Carlos Barros disse...

Aqui não há proibições..aliás há quem diga que a P.I.D.E. foi-se com o 25 de Abril... apesar de eu não ser dessa opnião... basta ver o resultado destas eleições...

Anónimo disse...

Tb me interrogo COMO ?....COMO? COMO ?...mas decidiram assim, está decidido, depois não se queixem que a escolha foi errada!
Fica bem, apesar das CONTRARIEDADES da vida. Um abraço da intemporal.blogs.sapo.pt

francis disse...

Carlos, lá diz a máxima: Cada qual tem aquilo que merece.
A PIDE foi-se? Não. mudaram apenas de indumentária.

Anónimo disse...

mónica, mónica
os pêssegos têm caroço

mafalda margo disse...

mónica, mónica, os pêssegos T~em caroço

Mocho disse...

A chuva molha-te????!!!!! Que estranho....:-) Ficas em observação, pelo sim, pelo não; Os grandes contributos à Ciencia apareceram assim, por mero acaso.

Lawrence Of South Margin disse...

este "pêssego" NÃO tem caroço: é TRANSGÉNICO!

para comer, ele é entrecosto, ele é sardinhas, ele é caril...

mocho disse...

Bem me parecia que não me decepcionavas por tão pouco...ainda por cima com prancha! Um beijo.

margusta disse...

Olá Carlos
Bah...nem vale a pena tentar entender.
Ao menos tives-te um bom almoço.
Gostei muito da tua análise.
Beijinhos.

webdreamer disse...

Sinceramente, vendo o meu país, agora, de fora, tenho vergonha, e ao mesmo tempo sinto-o como uma piada de mau gosto que temos três demagogos a serem julgados em tribunal que ganharam câmaras municipais e que os portugueses votaram neles livremente já para não falar dos outros criminosos que dirigem as autarquias há tanto tempo e nunca são postos fora... Para não dar o habitual, nestas coisas, saltinho à Madeira e ao Alberto João Jardim...
"ai Portugal, Portugal, tens um pé numa galera e outro no fundo do mar..."

Maria Manuel disse...

PÊSSEGOS
Já alguém os comparou aos portugueses: suaves e tenros por fora, com um caroço bem duro no meio, que lhes dá consistência e resistência!...
Boa fruta!!! ;-)

alfinete de peito disse...

O povo está cego à muito tempo, depois de tanto tempo na escuridão ficam cegos quando vêem a luz.

Temos dito.
Ass: Alfinete de Peito

Raquel V. disse...

Todos se queixam e todos os elegem! Please! Já n há paciência!