quarta-feira, setembro 14, 2005

Loucura X (ultima)




(...) O meu medo era não conseguir segurar as pontas, mas não havia de ser nada, apesar do meu ar jovem, já tinha alguns anos de experiência, o que me dava alguma tranquilidade. O meu pouco e pequeno nervosismo só tinha a ver com, aquela história era mais ou menos um drama familiar, para mim, aquela era a minha verdadeira família. Olha que giro, podia ser a Drª Mónica e os seus dois amantes, em versão paroquial. Aqui no nosso prédio só faltava mesmo um padre, o mais parecido que tínhamos, era mesmo, pois acho que não temos nada parecido como um padre, podia ser a Dona Henriqueta, mas acho que ela debaixo daquele seu ar angelical esconde muita coisa, ai esconde, esconde era capaz de meter as minhas mãos no fogo como ela esconde para ali muita coisa. Enfim, cada qual é livre para fazer e ser como quer. Agora o melhor é começar a arrumar esta sala, porque isto assim, dá mau aspecto entrarem por aqui e verem este arsenal sexual, o que iriam pensar, ah ah, que afinal sou vendedora de uma sex shop ou que tenho uma sex shop em casa.
Mas ante de arrumar isto o melhor é fumar mais uma ervinha do meu amigo Pilitas e beber um belo e grande café, devia de ser injectada com cafeína, a ver se deixava de beber tanto café, isto dá-me cabo do sistema, nervoso não, do meu sistema, de ar condicionado, o café faz-me flatulência, não me perguntem porquê, mas dá-me.
A coisa que mais adoro, é beber um café logo de manhã fumar uma broca e ai vou direita a casa de banho, é quase tiro e queda, é outras das coisas que não me perguntem porquê, mas é assim mesmo, e depois é ler até me aborrecer, muito gosto eu de estar na casa de banho a ler, é tão bom, tenho lá sempre um belo livro, daqueles tipo história de cordel que se lê nas calmas, e tenho outro livro daqueles, só com provérbios, adoro provérbios, se pudesse instituía o dia do provérbio, nesse dia só se podia dizer frases feitas, tipo: “quem deixa o certo pelo incerto ou é tolo ou é pouco esperto” ou então “com a mulher e com o dinheiro não zombes companheiro”, costumo rir-me que nem louca aqui, a ler esta coisas, e depois inventos os meus próprios, mas nada de muito especial, hehehe. Tipo: “Mais vale a ementa que o cimento” ou “ agua dura em pedra mole tanto fura que até que bate” coisas do género, mas enfim, a vida é feita de pequenos impulsos, e o meu impulso nesta altura era mesmo arrumar esta coisa toda, e fumar uma broca e dar um giro ali ao meu consultório para aliviar esta pressão, isto é uma forma de dizer que eu não tenha nada a pressionar-me agora mas mais logo espero. O melhor agora é meter já umas garrafitas de vinho branco e um champanhe no frigorifico, ver onde estão os números de telefone da comida feita, que eu não tenho paciência para cozinhar, nenhuma mesmo hoje quero mesmo é ter todo a jeito, para ver o que vai acontecer o que vamos fazer ao menino, ao meu Vasquinho ao meu querido e imaculado Vasquinho.
Vou ver se acordo o energúmeno e o mando embora durante 3 dias, a minha sorte é que ele vai se eu disser a ele para ir para a nossa casa, de campo vai a uma velocidade que nem vos conto, odeio acorda-lo, porque só meia hora depois é que posso dizer alguma coisa, ele já não é muito perceptível com aquele sotaque, meio sopinha de massa, com aquela língua enrolada de quem veio das colónias, e que ainda por cima foi imigrante.
Agora imaginem o energúmeno que já não é muito perceptível, a querer falar e as palavras a não saírem, e verter assim uns fluxos de coisa alguma, parece um gato, quando quer dizer alguma coisa e só sai aquele fssssss. Mas acho que ouve, este para ser completo só faltava mesmo ser gago, ai é que devia ser lindo com aquelas dificuldades todas e ainda por cima gago. Quer dizer teria a sua piada, na medida que cada vez que quisesse responder, demorava tanto tempo que já estava a milhas, o melhor é mesmo ir lá dar um berro, ou então fazer o numero do costume, gritar a dizer que há fogo, ele cai sempre nessa parece um maluco, e hoje está mesmo a jeito para isso está nú, boa, boa ai vou eu, deixa-me só abria a porta da rua.


- OH pá esta merda está a arder toda, foge, foge, estão ai os bombeiros.
- Ãnh,ãnh???!!! Porra, porra, ai meu deus.

Tiro e queda, agora é só fechar a porta, e ir a janela vê-lo todo nú na rua.

Apeteceu-me


"Não há certezas no nosso caminho, mas é nas dúvidas que avançamos" Charles de la Folie

34 comentários:

Freddy disse...

Adoro vir ao teu blog...É o gosto pela insanidade diária...
Q javardona do caneco!!!
E última loucura porquê???

Abraço da Zona Franca

Freddy disse...

Adoro vir ao teu blog...É o gosto pela insanidade diária...
Q javardona do caneco!!!
E última loucura porquê???

Abraço da Zona Franca

Mendes Ferreira disse...

:)
a
d
o
r
e
i.

Sergy disse...

Genial, como sempre...e brocas é bom...

Su disse...

rsrsrs
com este blog não ato nem desato..desatino...no bom sentido...caso haja bom sentido:))
jocassss maradas

nana disse...

hehe!
;)
belo despertar!!

Betty Branco Martins disse...

Carlos

És a LOUCURA de sempre! a casa mais desarrumada do quarteirão. Adoro ler-te és GENIAL!

Um beijo

Elsa disse...

Não há certezas no nosso caminho, mas é nas dúvidas que avançamos" Charles de la Folie

Adorei esta frase...
bjos

Dreamer disse...

Fabuloso, é com certeza surpreendente ler-te tal como dizem os meus caros amigos bloguistas, excelente...
abraço

Paula Raposo disse...

Dei umas valentes gargalhadas com este teu texto!! Ehehehehehehe giríssimo. Vi que foste comentar no blog do meu filho. Foste um querido!! No meio do oceano. Beijos

Anónimo disse...

Bom F.de semana! ;)

heidy disse...

Todos temos as nossas loucuras interiores. O que é giro é tentar desvendar as dos outros, acautelando as nossas.

pisconight disse...

Carlos está fantástico (como sempre).

Apre disse...

Isto parece o Blog do Pipi, muito bem um nincho no mercado bloguista!

VITÓRIA SOBRE O LILLE RATIFICADA POR DECRETO-LEI...

Paula Raposo disse...

Estou de novo aqui, só para te agradecer a tua visita ao meu blog, e para te dizer que os teus apetites fascinam-me...apeteceu-me!! Beijinhos

Paula Raposo disse...

Estou de novo aqui, só para te agradecer a tua visita ao meu blog, e para te dizer que os teus apetites fascinam-me...apeteceu-me!! Beijinhos

Paula Raposo disse...

Estou de novo aqui, só para te agradecer a tua visita ao meu blog, e para te dizer que os teus apetites fascinam-me...apeteceu-me!! Beijinhos

Paula Raposo disse...

Estou de novo aqui, só para te agradecer a tua visita ao meu blog, e para te dizer que os teus apetites fascinam-me...apeteceu-me!! Beijinhos

heidy disse...

Todos temos outros eus dentro de nós. O numero depende da experiência de vida de cada um.

terragel disse...

CARLOS, obrigado pela visita.

Um abraço

heidy disse...

1º- musica espectacular!!!!
2- Prometo parar com o paulinho daqui a 3 posts...

bejokas

heidy disse...

A culpa foi da palmada à nascença! Ah sim e do cravo que levei na tola como estilhaço da revolução... e da.. e ainda do... e também... prontus: deu nisto! Aturem-me!!!!!!

Deepdream disse...

Não consigo ver nenhuma ponta , é tudo curvo .

Paula Raposo disse...

Bom.........devo ter carregado umas quantas vezes neste 'rato' maluco, que o meu comentário anterior ficou 4 vezes escrito!!!!Ehehehehe não há dúvida que me apetecia comentar, mas também não era preciso exagerar!! Beijos

Bino (Abrupto Sexual) disse...

Ainda um dia hei-de ler os teus posts últimos posts com calma. Isto anda um stress, ele são as compras de material escolar, roupas novas e sapatos (que estas miudas não param de crescer), ele são reuniões de encarregados de educação ( estes profes devem julgar que não fazemos mais nada). Ando numa lufa lufa meu amigo, ando numa lufa lufa !
Ah mas eu curto as frases do Carlinhos de la folie, lembram-me a estocada fatal dos matadores no final da faena. Um abraço, Carlos.

nana disse...

grande som.....
e um post fabuloso!!!
hehehe
bela ervinha, amigo!!!

agua_quente disse...

Tu és completamente louco! :)) Mas ler-te é uma experiência estimulante. Beijos

Anónimo disse...

que boa ideia essa que tu dás.
vê lá se pela boca não morre o peixe

Tribunal_Beatas disse...

Olá! Grande doida que ela é! Então isso faz-se ao homem? lol
Gostei deste momento de (in)sanidade ;)
Boa semana

augustoM disse...

A loucura é a última no tempo ou na feitura? Se acabou foi pena, pois estas loucuras têm sempre algo de nada louco.
Um abraço. Augusto

Menina_marota disse...

O meu dia acaba soberbamente com a gargalhada que dei ao ler-te!
Não quero plagiar ninguém, mas... adorei!!

Um abraço e boa semana :)

Elise disse...

lolll, fantástico!

uma boa forma de começar a segunda feira! :)

abraço

Clickbank Mall disse...

Reserve now your Uffizi Tickets trasporti

Anónimo disse...

heh cool blog you have here!

I noticed you have a nice blog, read all of your links kept me interested for a good time! well done :)

Thanks for a good read instead of some of the other stuff people post here!