quinta-feira, junho 23, 2005

PELA SUA SAUDE

Pela sua saúde...


“ Pela sua Saúde Fume ”, mais dia, menos dia deve ser este o spot publicitário ou o aviso como queiram, que deve abundar pelos maços de cigarros. Com o aumento do imposto dos cigarros e a sua aplicação na saúde, presumo que a campanha de sensibilização para não fumar vá por água abaixo. Com que direito agora, um médico vai dizer: “olhe você têm de deixar de fumar, não pode fazer sob pena de poder ser despedido”. Não vendem cigarros não há imposto. Não há imposto não há dinheiro. Não há dinheiro não podem pagar aos médicos, não há manutenção dos hospitais, não há material novo. Em suma não há Saúde. Por isso já estou a ver, em vez dos técnicos de propaganda Médica, os técnicos de propaganda tabagistica. Uma seita, que vai invadir as portas dos hospitáis, centros de saúde, clinicas e até as maternidades. Aí o slogan deve ser do tipo :

-” Não sofra mais em vez da epidoral, fume um cigarro melhoral”.



E a tendência a esta furiosa vontade de mandar fumar, vai agravar-se, porque a promessa é que o imposto aumente muito nos próximos anos, porque, quanto mais se fumar, melhor saúde. Agora penso que vai haver uma nova espécie de fundamentalistas: Os fumadores pela sua saúde”.
Estou a ver as senhoras ao domingo à porta da Igreja a evocar todos os santinhos para que se fume, pois os doentes precisam da nossa ajuda.
Um dia destes há uma alma iluminada que se lembra e pede para aumentar os impostos sob o álcool e ai passamos a ter uma briga titânica: pelos técnicos de propaganda tabagistica, pelos técnicos de propaganda alcoólica. Mas como estamos num país de brandos costumes, estou a ver duas novas classes a partilharem experiências e a trocar brindes.
Ou seja, festas de arromba porta dos hospitais, dos centros de saúde e afins em plena hora de expediente.
Falta uma parte importante: o “chop, chop”, vulgo, comida. Falta comida, um enorme imposto sobre a comida. Que provoca Hipertensão. - Aquela coisa que mais mata em Portugal.
Tínhamos o Baile completo, os médicos já podiam dizer para se fumar:


- Oh meu amigo você pela sua “Saúde” coma toucinho com fartura (100% de imposto para a saúde), depois beba um vinho de excelência (99% de imposto para a saúde) e no fim fume uma cigarrada ( 88% de imposto para a Saúde) e no fim se se sentir ainda bem beba um belo bagaço ( 120% de imposto para a saúde).


E assim a nossa Saúde endireitava-se de certeza absoluta.
Para quê prevenir? Para quê as campanhas de sensibilização?
Impostos é que está a dar.
Portanto já sabe quanto mais fumar, mais se pode aumentar os ordenados aos médicos, pagar-lhe as horas extraordinárias, e comprar-lhes “batas” novas (esta das batas era dispensável) mas também os impostos.

RECOMENDO

Apeteceu-me


"Nem sempre o fumo nos mata ás vezes dá-nos sinais"
Charles de la Folie

48 comentários:

Viuva Negra disse...

é que não tarda estamos a pagar imposto de circulação ....

Adryka disse...

Sabes amigo daqui a pouco vão dizer aos traficantes de droga se parem impostos até que podem vender a droguita os jovens morrem e assim já é mais justo o trabalho até aos 65, por o caminho que isto leva acredito que vá de mal a pior.
Um beijo meu amigo

Shore disse...

Pena que num país em que quase todos os bens primários são mais caros que lá fora, o tabaco ainda goza-se de previlégio.
Bem como o café. E o Alcool.
Acho muito bem.
Agora baixe-se o imposto no que é verdadeiramente necessário.

Apeteceu-me...

Abraço

contadordehistorias disse...

Daqui a pouco até as palavras pagam imposto...

abraço

guevara disse...

Carlos Barros:
Pois florescem...mas nem todos são homologados! E além disso, é preciso entrar na Ordem para poder exercer. E dos que concorrem à Ordem, só são admitidos 15%. Os cursos homologados entram directamente, os outros fazem um teste…
Que sorte eu tenho, entro logo!

Comment por [guevara] — June 21, 2005 @ 7:20 pm

Quanto ao fume....
:|

Caiê disse...

Sinais de fumo... branco?

sylpha disse...

Melhor não falar...cof, cof, cof . Não foi do tabaco, simplesmente me engasguei ;) Beijinhos

Doidivanas disse...

Precisamos pensar e repensar em muitas de nossas atitudes comerciais...do jeito que as coisas andam, seja aqui ou do outro lado do mundo, não duvido nada que o que você descreveu não venha a acontecer...

Obrigada pela visita ao Opinoões!

Beijocas

tovarisch Brezjniev disse...

Lá está o homem a bater nos impostos. Vamos prás ilhas Caimão?

Maria Manuel disse...

Apoiado... com uma reserva: se a ilustração fosse de SG Ventil fumava-se com mais prazer...

Bino (Abrupto Sexual) disse...

Eu só gramava que me saísse o euromilhões. Saía de propósito do anonimato e quando os da televisão me viessem entrevistar, com aquela pergunta do costume "então que vai fazer com o dinheiro ?", eu de caras respondia logo "olhe... vou emigrar". os gajos ficavam admirados e a seguir perguntavam-me "mas emigrar porquê ?" e eu explicava, "é para não ter de pagar mais impostos a estes cabrões do governo". Mai nada. Abraço.

Micas disse...

O imposto vai ser a "salvação"(???) dos
(des)governantes!!qualquer dia até ter um blog vai pagar imposto...

Bino (Abrupto Sexual) disse...

Então a música de hoje é Smoke on the water... isto vai ter uma réplica. Já ouviste falar em señor coconut ? Um abraço.

maria disse...

Dizer o quê?
Pois sim, que depois disto tudo, apetece lembrar que é bem verdade:

Ainda bem que nos pode apetecer dizer! e, já agora, escrever! E estas escritas aqui sempre nos dão umas pistazinhas ao sorriso(sério, que rir não é brincadeira!) de quem lê!

ena! que eu gosto mesmo de saltar até cá!!! ;)

maresia disse...

subscrevo! posso linkar?

Xein disse...

Bem, obrigadinha pela visita... E obrigadinha pelas músicas de fundo! :P Dígamos que o hard rock anda esquecido pela maioria dos mortais!!!


Sente-te...

mfc disse...

Isto é que é mesmo a quadratura do círculo....
E depois passamos a pagar impostos por não fumarmos??!!

Nilson Barcelli disse...

Já sugeri ao governo para não aumentar os impostos.
A alternativa que propus é manter o imposto diminuindo à quantidade.
Exº: Um maço de tabaco de 2,5 Euros tem 2 Euros de imposto. Continua a 2,5 com 2 de imposto, mas passa a ter 18 cigarros. Assim, os fumadores poupam 10% da saúde ou pagam mais 10%. E o imposto mantém-se. Com a gasolina, com as batatas, etc., idem.
O próximo OE vai contemplar esta fórmula mágica.
NÃO AO AUMENTO DOS IMPOSTOS...!
Abraço

Anónimo disse...

Carlos,
Obrigada pela visita ao blog. AInda bem q não fumo.
Big Beijos

Iluvatar disse...

Análise perfeita!! Sem dúvida como o mundo é construído de ironias... é espantoso, e impostos dos cigarros que vão para a saúde, pela morte duns salvam-se outros, fantástico não?
Eu sou fumador com grande pena minha no simples aspecto em que ando a dar 2.45 euros por um camel... só por isso, e saber que quase 100% desse valor é imposto.
Enfim....
Abraço Pedro

Kabum disse...

É so verdades a serem ditas aki...

augustoM disse...

Amigo Carlos, uma óptima sátira sobre a hipocrisia governamental. Esta da proibição do tabagismo, é uma das maiores tretas e das que rendem mais dinheiro aos governos. A proibição é só para aguçar mais o apetite com diz o ditado. O fruto proibido é o mais apetecido.
Um abraço. Augusto

M.Myers disse...

Caro Carlos,
qualquer dia para espirrar temos que pagar impostos também.. Já nada me espanta.

Obrigado pela sua visita no meu Novo Canto.

Um abraço
Myers

tovarisch Brezjniev disse...

Andas no forró quem nem te lembras: barril a 60 USD.

Agora podes rir-te outra vez, toma lá esta pérola...

Malae disse...

Ele é o aumento do imposto, eles são as mesnagens nos maços... nada disto diminui o consumo! Mas enche os bolsos a muita gente!

Bom fim de semana. Um beijinho grande.

Malae****************

Eva Lima disse...

cof..cof..coff...raisparta estes fumadores!

sempre a protestar, sempre a protestar, bolas, como achas que se enchem os chouriços? Donde vem o money prá reformazita dos políticos?Coitaditos?Hã?

António disse...

Já agora!
Que tal um whisky e uma cigarrada no Pérola?
Abraço

ZitaSoSeabre disse...

O menino, sabe muito bem que a riqueza do país está no consumo. A única coisa que passará agora a definir o nosso patriotismo e a definir-nos claro está, na nossa individualidade pessoal, é o produto consumido. Passa-lhe na cabeça fumar aqueles mata-ratos de outros tempos, podendo fumar soberbos Dunhill extra size, ou havaneses genuínos? Bon chic, passará a ser sinónimo de cidadania, não me diga que não sabia? Eu pecadora me consumo, digo, confesso por gostar de tudo extra size, extra-long, extra-dry, extra-taxed, extra qualquer coisa... é que o bom gosto, rico, também se paga, seja quem for quem esteja implícito na partícula apassivante "se"!
Xauuuuu!

Platero disse...

Felizmente deixei de fumar, senão para além de cancro nos pulmões, ou no lábio, ou na garganta ou... tinha também um cancro na carteira, com um rombo de todo o tamanho.

Já agora, grande som, e obrigado pela visita.Volte sempre

Platero disse...

Felizmente deixei de fumar, senão para além de cancro nos pulmões, ou no lábio, ou na garganta ou... tinha também um cancro na carteira, com um rombo de todo o tamanho.

Já agora, grande som, e obrigado pela visita.Volte sempre

Mocho Falante disse...

Não é que a navegar por esta "Aldeia dos Malucois" encontro aqui um pessegueiro bem agradável de se ler...

Os meus parabens!

Betty Branco Martins disse...

Tossiu! PAGUE O IMPOSTO!... vá comprar um macito de cigarros que faz bem à tosse!

Está FANTÁSTICO este texto :)

Um beijo

O Universalista disse...

Mas que raio!?!?! Será possível que a única coisa que o pessoal sabe fazer é queixar-se dos impostos?! Lembrem-se de uma coisa, os impostos são criados e aumentados pelo governo que NÓS os eleitores, elegemos. NÓS é que os colocámos no poder, portanto não se queixem, porque fomos NÓS que permitimos o aumento dos impostos.

Maria Odila disse...

Mais um pouco e pagaremos respiros, sensações e palavras.
Ai ai ai...
Beijos
Maria Odila

anonymous_person disse...

são seis e quarenta e sete amor, e tens qu'ir trabalhar

anonymous_person disse...

estou atrasado, não pode ser.

O Vizinho disse...

Ganda postadela, Carlos!
Ganda postadela...

:-)

A. Duarte Lázaro disse...

Como prometido vim comentar o artigo de opinião da esposa. Levei tempo porque gosto mais de o ler em papel.. e achei-o na escola pela primeira vez.
Muito bom como sempre mas estou, ainda, de tal forma indignada que nem sei o que comentar.
Deixo apenas os meus parabéns pela qualidade.
E um beijito

LaineBruxa disse...

QUERO

“Quero teu riso, para ver
alegria nos teus olhos.
Quero que a tristeza, nunca
repouse em ti. Pra que sofrer?
Quero que teus sonhos sejam
realizados e anseio que teu semblante
seja sempre sereno”.
(Roza Cruz)

+..*._/\_ .*. * . + . * . * . * . + . * . *
. + * >,"< * Um excelente * . * .
* , + .*... + . * . * . + . * . * . + . * . * . *
+ . * . * . + _/\_. * . * .. + . * . * . *
* . * . + . * >,"< . * .Fim de semana!
+ * . +. + . * . + . * . * . + . * . * . * . * .
* . _/\_ * + . Bjkas!..+ Bjokas... + Bjokas...
. * >,"< + * * + . * . * . * . * . * . *
*. * . * . * . * . * . * . * . * . * . * . * . *

Misty disse...

Ola, vim retribuir a visita. Tem aqui um pessegueiro carregadinho de pêssegos...e dos bons, hã?

Mas isto merece uma leitura mais atenta...com mais tempo...

Obrigado pela visita e palavras!

Cumprimentos,

Tongzhi disse...

Quando já não tiverem mais impostos a "cobrar" vão se lembrar do ar que respiramos...

Muito bem observado este post! Parabéns Carlos!

galinhaesteril disse...

Estes textos fazem bem à saúde.
Parabéns e continue.

O Micróbio disse...

Vou pensar nisso quando hoje à noite fumar o meu cigarrinho diário... :-)

Ricardo Leal disse...

Ohh, então deveria baixar o imposto ao tabaco e alcool para incentivar o consumo, aumentando assim o número de consumidore, que por sua vez aumentaria o número de vendas, sendo o resultado final de um valor superior que a saude angariaria.

Não podem esquecer que com o alcool, fuma-se mais...

asterisco disse...

O círculo é este:
O governo aumenta o imposto do tabaco entre outros; a malta fica lixada, para esquecer puxa de um (e mais um, e mais um...); como o governo é o maior empregador, a malta que puxa mais um e mais um é, maioritariamente, empregada do estado, portanto, gasta mais, portanto reivindica aumentos, mas recebe menos do que queria, e puxa mais um, entretanto o estado está a gastar mais consigo (por causa dos aumentos que teve de dar), portanto aumenta os impostos, entre os quais o imposto sobre o tabaco, portanto...
P.S.: E eu, que nem fumo, a vê-los passar...

Anónimo disse...

"Sócrates é de compreensão muito lenta. Dá a ideia de que por ser mais sensível noutro lado, só caga sentenças" - Quitéria Barbuda in "Invertido na Política", Revista "Espírito", nº 5, 2005.

“Um Projecto para Lisboa
Tem como cabeça de cartaz um cidadão que um dia foi apanhado na cama com a mulher de outro, em sexo oral, pelo marido desta, e foi para o Conselho de Ministros com um “olho à Belenenses” e um testículo inchado”- John Holmes in “Ratas Intelectuais”, Revista “Gina”, nº 1024, 2005.

www.riapa.pt.to

Nordico disse...

obrigado por teres perdido tempo no meu blog. Optimo post ! Eu fumo que nem um Belmiro de Azevedo , neste caso !

Lady Heather disse...

Obrigado por ter passado pelo meu blog, ainda não conhecia esta república dos pêssegos, mas gostei do primeiro post que li... É um imposto pouco coerente :), além disso não acredito que as pessoas deixem de fumar por causa do aumento do preço, a partir de um certo preço acabam por aparecer contrabandistas, e não há benefício para ninguém...