terça-feira, março 08, 2005

Cruzado II

Cruzado II




(...) Mas estas histórias do mixado, qual mixado qual carapuça, estava mesmo fu... fu... (parecia um gato) furioso, furioso? Porquê? Não tenho razões para isso, não quero pensar nisso só quero pensar, porque me dói tanto a cabeça, imagino que ontem a piéla deve ter sido jeitosa, e eu ralado se a mim me doi a cabeça e tenho a boca seca, ahahahaha alguém vai estar daqui a pouco muito pior que eu, hihihih com o mal dos outros estou eu mesmo bem, aliás com o mal dos outros, só me dá mesmo vontade de rir. Mas o melhor é não me rir muito porque diz o povo e parece que é verdade, o ultimo a rir é o que ri melhor.
A verdade é que estou mesmo desolado desta confusão na minha cabeça, não basta esta pertença ressaca, aquela revelação matinal e olhando para esta casa que até dá vontade de chorar, mas mesmo assim não está nem um terço parecida com a do Vasco, por isso acho que ainda se aguenta assim umas semanitas, bom os pelos do Cão Guru é que se acomulam por ai que nem sei. Por falar em não sei, onde anda o raio do cão, não é normal ele não andar por aqui, onde se terá metido aquele “gajo”? Como é pequenito, aqueles 80 quilitos de carne não devem estar muito longe, humh, a porta aberta, isto está bonito está, deixei a porta aberta? Bom será que o cão fugiu? Para longe não deve ter ido e se o virem por ai devem-no trazer, isto se ele não entrar por ai por casa de ninguém e começar a comer tudo o que for vendo, espero que não empurre ninguém pela escada abaixo que aquilo por onde passa parece um combóio, leva tudo atrás.
Mas o que se terá passado ontem assim de tão especial, para apanhar aquela bebedeira fenomenal, presumo que tenha sido, pois, mas também devo ter esfumaçado um charrito nada de muito especial, mas às vezes apetece-me, e que mal me faz, bom mas não quero falar nestas peripécias, vou fazer qualquer coisa de útil à humanidade, tipo uma coisa que me faz ficar muito mais bem disposto nestas ocasiões, vamos, lá, vamos já falta só um bocadinho, argggggggggggg, a grua, a grua, não consigo mesmo levantar-me, acho que vou trincar a minha almofada, acho mesmo.
O barulho lá de fora era ensurdecedor, mas porque não costumava ser assim há algo aqui que está mal, não estou a entender, isto a esta hora é que não, não, dá mesmo jeito nenhum, apesar da minha cabeça não estar a 100% também não está muito avariada mas assim vai avariar, ai vai, vai e eu não me apetecia ter o dia todo estragado, mas não conseguia deixar-me de rir, aquela carta, aquela carta ainda vai dar tanto que falar, parece que estou a ver o Vasco aos gritos, supositórios não, supositórios não, colam-se me ao céu da boca, hahaha, do mal o menos, o Vasco vai ter uma solipampa das grandes, ai vai, vai, e eu tenho de ir com a maca atrás, para ele cair no meio do chão, nem os cacos se aproveitam.
Mas também no fim de tantos aprontos o que é mais um. Eu tenho é de lá ir certificar-me que ele abre a carta, porque se está com a ressaca que eu penso quando vir o envelope é bem capaz de o comer, quem come meias com 15 dias de uso, um envelope nem a aperitivo chega, estou a ver abrir a porta aqueles olhos a desfocarem tudo, a pensar que é para ai a Ti Maria da Praia a vender aqueles guardanapos fabulosos, ou aquelas bolinhas de Berlin que tem um creme que mais parece massa consistente, mas sempre é melhor que supositórios, hahahaha só o Vasco para pensar numa coisa assim.
Bom vou fazer mais uma tentativa para sair da cama, 1, 2, 3 ufa, pelo menos já consigo estar sentado, vou meter-me em posição de yoga de pernas cruzadas e braços sobre as pernas, acho que vou meditar, ai acho que vou mas é me deitar qual meditar, que assim já não tenho de pensar grande coisa, nem grande nem pequena, não tenho mesmo que pensar aliás é sábado, porque será que tenho de pensar ao sábado, e ao domingo?
Porque será que tenho de pensar, ponto final paragrafo.

Apeteceu-me

6 comentários:

Cris disse...

N sei pq... fiquei afónica da ponta dos dedos...

Beijinho

Mitsou disse...

Vim agradecer a visita e já li um bocadinho. Gostei. Muito. E como gostei muito, hei-de voltar quando o tempo for mais alargado e eu puder "segui-lo"... Beijo :)

Andreia disse...

É interessante ver como os teus pensamentos andam a mil à hora, como se atropelam num ritmo q.b certo e desorganizadamente compassado :).
Gostei do post.

Layla Kovac disse...

Oi Carlos,
obrigada pela visita...
Gostei da historinha, mas sinto que peguei o bonde andando...
Abraços

Menina_marota disse...

Oi... Carlos... o S.Bernardo andou a fazer das dele? eheheh ou muito me engano ou ele obrigou-te a ficar acordado toda a noite!! Jinhos ;-)

isa xana disse...

gostei:)
tá demais mesmo!
fiquei toda sorridente lool

**