terça-feira, fevereiro 08, 2005

Dumbo...o jumbo da selva, é um Babe, que só visto!

Estava lindo de maiôt, apesar dos seus 130 kilos, dançava como ninguem... aquelas sapatilhas de pontas é que me davam cabo dos nervos.
Nunca tinha visto o Dumbo, tão feliz. Um sorriso contagiante. Um dançar deambulante. Cada vez que rodopiava, criava tornados.
Foi ai, que o Homem Aranha teve aquela depressão, era inenarrável, os ciumes que ele tinha da Viúva negra, o Dumbo esse ganhou os 100 metros mariposa.
Também pudera!!! Mal se atirava à piscina, não havia água que resistisse... a própria gravidade tinha um medo, que se pelava, desta doce criatura.
Foi ai, que o Batman resolveu sair de casa, aborreceu-se de vez com o seu mordomo e bateu com a porta. O Dumbo nesse dia, fez um voo rasante ao ovo de colombo.
O Batman, andou de tal forma descontrolado e triste com a situação do mordomo, que assumiu que era gay quando, em vez do seu feixo de luz normal... o símbolo que era agora avistado no céu, às altas horas da noite, era um coração, bem redondinho.
Ca gay qual quê, o Batman? Não!... não pode ser! Ainda me lembro como se fosse hoje, aquele namoro desenfreado com a piriquita da Mulher Gato e o Dumbo continuava à procura de Kleenex para a sua tromba.
De trombas ficou a Mulher Gato, quando descobriu o Batman, com o seu fato semi-despido, enquanto fazia um striptease, para o fiel mordomo.
Era uma ideia diabolica... tudo isto era um esquema, para o homem pinguim o apanhar com as calças na mão ; e o Dumbo andava triste, à procura de sabão azul e branco.
A verdade é que o Homem Pinguim, gostava de apanhar o sabão sempre que ía ao ginásio, principalmente, quando o Conan ía às aulas de Hidroginástica.
O homem rã??? Esse Conan era fresco, era uma bela peça uma arma de arremesso, uma valente argamassa, mas diziam as más linguas que passava a vida a procura, porque tinha mirrado.
Era o herói da Trafaria e da Ana Faria e os queijinhos frescos. Comia que nem um desalmado e metia as culpas, nos Três porquinhos e nos Sete anões. Estes, que desde que entraram no videoclip dos Rammstein, já foram deixar as mini-pegadas, no corredor da fama, na feira popular.
O pior e o que eu acho mais incrivel, foi o Mike kososvky a apanhar berbigão, foi uma sensação, mas nem o passeio da fama que tinha 20 cm, e ele tinha 23 de pé, parou de gritar sons estranhos, buhh,buhh ; e o Dumbo continuava a fazer vento para a corrida de wind surf.
O problema foi que o Bambi, que fazia wind surf pela primeira vez, não sabia nadar e quase se afogou, não fosse o corajoso Nemo e as suas amigas tartarugas irem salvar a pequena criatura.
A assistir a tudo isto, de coração nas mãos estava o avô cantigas, que cantava descontrolado:
Vamos fazer amigos entre os animais...amigos destes não são demais, na vida!.
E foi ai que a Serenela Andrade ficou famosa, quando emitiu aquele grunhido que ficou para sempre gravado nos ouvidos do porquinho Babe: «Os Animais são nossos amigos».
Depois apareceu a Britney Spears, que morria de amores pelo porquinho Babe e lançou aquele tema, que a catapultaria para o sucesso Mundial: Hit me Babe, one more time!.
Aí acordei ao lado da Mona Lisa e disse: “Porra mais vale morrer do que perder a vida”.

Escrito por Tânia T. e Carlos Barros (Kula)... a parceria dos post-it ... desta vez Silver, dedicados ao nosso amigo Miguel M. aka cha_no_deserto, numa tentativa de festa, de pagode, de amena cavaqueira pimba animada, com direito a super-heróis e aspirantes ou pseudos.

Apeteceu-me

5 comentários:

Anónimo disse...

que grande confusão de herois e companhia, que pra ai vai eh eheh tá muito giro e magico. hoje só me apetece dizer: não acho a minima graça o carnaval, que seca, eu faço o que quero o ano inteiro, não é só porque é carnaval e ninguem leva a mal.queria era ver alguem mascarado nas ruas daqui a um mes...
by sonia

A disse...

No meio dessa carnavalesca orgia de "super-heróis e aspirantes ou pseudos" tive pena da Catwoman... Mas quem fez "miau" e "ron ron" foi o Robin, eu sempre desconfiei dos dois, nunca dei muito pelos dois, mas o mordomo?? E não me canso de pensar, Fogo que desperdiciu! Melhor é convidarmos o Homem-Gelo para juntar à festa...

Kal disse...

Acho inadmissivel teres-te esquecido do Super-Homem, possivelemente o super heroi com os mais justos collants do mundo dos quadradinhos!Gostava de ver era o Tintim a fazer WindSurf, com tanta porra que o homem fez por ess mundo fora, enfim... eu hj tou nakeles dias k se fosse gaja tinha o Mar vermelho entre as pernas, mas como sou gajo, deve ser do carnaval... abraços

Legna_Fusion disse...

Gostei mt deste teu texto, aliás, gosto imenso do teu blog, da pa descontrair e tal, pa nao dizer k tb é mt divertido e dá spr pa soltar umas boas gargalhadas (apesar d hj nao m teres feito soltar uma gargalhada ja m pusest um sorriso nos labios, e olha k ja nao é mau, dado o facto d agr nao ser o momento aconselhavel pa desatar às gargalhadas visto k nao tou kom disposiçao nenhuma pa ixo, lol).
Continua com tds exes teus textos, abençoados post-its!! :D Fica bem e continua*

Carlos Barros disse...

Aos meus inefáveis comentadores um enorme bem haja e obrigado por cá virem.
Graças a Deus o carnaval já acabou...
umhhhhhhh estou numa interminavel fase de frio..o meu cerbero congelou...estou a beira do precepicio...e pimba...nada de especial