sexta-feira, fevereiro 18, 2005

Tia Fatinha, a caturreira que apareceu em Fátima!

(...) Olha lá, segreda-me lá o que é aquilo, ali ao pé daquela azinheira. É uma aparição, ou é o novo modelo da Sony a 3D?
Acho que é a Tia Fatinha. Veio de Fátima, fazer uma visita à Tia Lili.
Disseram-me que vai pôr Botox, no corpo todo.
Botox? Isso é daquelas coisas, que quando metes na boca cola-se ao céu da boca, realmente anda sempre a falar de céus, mas as lantejoulas criam o mesmo efeito.
Cola-se ao céu da boca, o caramelo e ela gosta muito de caramelos, tanto que anda sempre a dizer: Ai, o meu caramelo, o meu caramelo!.
Foi aí que ela pensou que a aparição poderia ter acontecido em Badajoz, mas depois deu-se o milagre e o EL que se cortou em inglaterra desfez-lhe os anseios.
Foi o milagre da multiplicação dos pobres de espírito e dos oprimidos pela sociedade, que gerou a grande revolução dos espiões de casais, que praticavam, ginástica sueca, em casa dos pais.
Mas essa ginastica acabou por não ter futuro, passou a ginastica cueca, cada palpebra ficava num estado de espirito renovado, mas cada qual é como cada um, pim pam pum cada bala, e ai ela tomou mesmo valium.
Mas na verdade, os frascos estavam trocados e ela tomou um laxante fortíssimo e passou uma semana, na casa de banho, que era forrada a ouro de 18 quilates.
É o que se chama obrar de alto e de fininho, chegaram-lhe a chamar a caiadeira da semana tal foi o efeito do laxante, outros deram-lhe o cognome de peida dourada.
Confundiram-na com um qualquer presidente de um clube futebolístico, com essa história da peida dourada, até que ela veio a público, confirmar, o que as Tias invejosas já desconfiavam. A Tia Fatinha, fazia parte de um projecto secreto intergaláctico, de robots de Cascais, especialistas em festas, sem nenhum fim produtivo.
O projecto Fútil 3069, era considerado um sucesso estrondoso além fronteiras.
Era espantoso, as futilidades robóticas dessas festas interplanetarias, a maria mamalhuda fazia sempre de mordoma, a mordoma da pia, tinha um cão que se chamava boby de ão ão e ão ão e o número de telefone era o 21 de 435 e 768, mas isso nunca afectou a aparição dos cagar de cocoras.
A grande surpresa da última festa, foi a presença da Barbie, que depois de deixar o Ken entregue ao GI Joe, mostrou um grande interesse pelo, Bobby de ão ão e ão ão. Este que assim que a viu, abanou o seu rabinho de bomba e foi logo dar-lhe uma lambidela.
Deu-lhe uma pisadela que a deixou de rastos e foi ai que a senhora cobra a encontrou ao seu nivel, e disse-lhe “olha lá deves julgar-te muito importante para limpares o chão e esse fato faz conjunto com a tijoleira da casa de banho, umhh adoro esses azulejos, porra está frio estamos na rua?”.
Não! Abriste a porta do frigorífico.
Olha! Está uma azeitona a dizer-nos adeus.
Mais um equívoco, nesta nossa humilde passagem, as azeitonas não têm pernas, e uma barata não ladra assim.

Escrito por Tânia T. (eu mm) e Carlos Barros (kula), em post it dourados. Dedicado, como é hábito, ao nosso amigo Miguel M. (cha_no_deserto) e a todas as Tias.

Apeteceu-me

8 comentários:

Kal disse...

Ahahah, lol, esse final à la Florbela Espanca parte tudo. Ai, as tias, as tias... Abraço e que nunca se acabem esses post its

A disse...

Acentuada gargalhada que dei, seguida de uma mais leve...engasguei-me! Quando tudo parecia acalmar, lá estava aquela defecação ao bom gosto do Rococó [a bela da sanita forrada a talha dourada, já agora tinha anjinhos papudos?]e parti-me a rir. Ri , ri, continuei a rir e não parei de rir até que se desprenderam os musculos do pesoço, o maxilar destendeu e mais uns AH AH AH ao bom gosto "lolélico" atiraram -me para o chão, torcido tal era a dor de barriga. Acho que acabei na casa de banho, não tão faustiva...

Esses Post its são mesmo espetaculares...

Fica bem

Carlos Barros disse...

experimenta faze-los com o Kal atraves do Msn vais ver que naquelas conversa mais engraçadas ...tens uns quantos textos assim..hehheheheheh
fico contente por vcs aparecerem por aqui muito mesmo.
abraço
a este meu contentamento estende-se a toda a gente

sonia disse...

tá muuiito giro...é preciso ter imaginação...
coisa que me falta hoje, mas ri muito

A disse...

Kal que achas , post its através do msn? ou nos intervalos? ou nas aulas?

[ Não sei Carlos, eu tenho um feitiozinho de gancho, acho que nem brincar com post its consigo... ]

Podiamoas tentar n'é Kal? Afinal os "jardins" fomos nós os dois, não foi?

Moon* disse...

Kal e A, acho que devem experimentar, ao contrário das injecções no traseiro, não dói nada.
Carlinhos, qualquer dia temos material para um livro. Que dizes?
"Os dois da vida airada, os post-it da macacada!" :)
Entretanto, vamos cansando a vista, a todos os que lêem, estes textos, altamente elaborados. Se eles soubessem, as tecnologias sofisticadas que utilizamos... ehehehe
Mais inculto que isto, só um pêssego careca! ;)
T.T.

Carlos Barros disse...

pois claro um livro patrocinado pela scotch que é quem é dona dos post it...hihihh elaboradissimos e em condições de extrema ..nem sei explicar...ai que me vou...
tentem...

Kal disse...

sim, fomos nós, vamos tentar um dia destes =) ess slogan fica no ouvido, TT. os proximos post it vao ser de k cor? abraço a tds