quinta-feira, janeiro 20, 2005

Banha da Cobra

Decididamente, estou a começar, estou a começar varias coisas e varias fases.
Eu sei e começo a perceber porque toda a gente me diz e tenta dizer que a fase da adolescência é tramada, é difícil ser-se adolescente nos dias de hoje.
Estou em constante aprendizagem sobre a minha querida pessoa, ando um bocado a toa a procura da minha identidade a personalidade é de berço consegui a custa de tanta queda do berço,e marradas naquele soalho de madeira, por isso tenho uma personalidade persistente.
O pior é que me sinto em crise, em crise com a minha existência, passo a vida a procura de dar consistência ao que aprendi na infância mas népia, nada, nada mesmo não consigo o ponto de equilíbrio.
Pois descobri que nada em mim é estável nem definitivo, ao que parece porque me encontro numa época de transição.
Não quero muito conversar sobre isso, porque sinto-me envergonhado, como é que qualquer garoto passa por esta fase em meia dúzia de meses ou alguns anos e eu ando nisto à uma eternidade.
È verdade que adoro, falar de coisas absurdas escrever o absurdo, é verdade que adoro correr de forma a fugir aos lugares comuns, correr? Passo alargado um bocado mais rápido, também é verdade que sou de raciocínio rápido, mas nem sempre coerente, mas não vivemos nós no meio da incoerência? Pois é verdade então vou tentar ser mais coerente, hoje talvez perceba porque é que a teoria do caos é aplicada em mim, porque Teoria do Caos surgiu com o objectivo de compreender e dar resposta às flutuações erráticas e irregulares que se encontram na Natureza.
Não sou perfeito é verdade mas tenho partes de mim excelentes.
(É a maior venda da banha da cobra que há memória )

19 comentários:

disse...

Pensa no arco-iris e come gelado de pistacho que isso passa! Comigo resulta... Mas, é certo, que ando nesta vida há menos tempo que tu!
O Sr. Carlos melhora de dia para dia! Um retoquezito nas virgulas e vais lá... hiihi (... mas o da faroleira... ;))

Anónimo disse...

sabes eu gostava de ser igual aquelas pessoas que lhe basta o senso comum, para explicar tudo. nunca se perguntam porque, pra elas esta tudo bem. não procuram a propria essencia, para elas basta existir, não tem crises. acho que acalmei um bocado aos 25 mas continuo a procurar entender o mundo, entender-me. já leste aparição de virgilio ferreira, fui das poucas que aos 17, adorou o livro.
by sonia

Carlos Barros disse...

não não li...mas dizem-me que é muito bom, mas não li, mas se recomendas penso que mora lá por casa.

Anónimo disse...

São óbvios os progressos na forma como te espressas.
O caos mais não é que a lógica ilógica de tudo isto que nos rodeia. Pergunta a um analista de sistemas..
Abraço

http://conversasdexaxa2.blogs.sapo.pt

Anónimo disse...

exressas (erro de digitação)

Anónimo disse...

exressas (erro de digitação)

LetrasAoAcaso disse...

expressas (errata 2 vezes)

Carlos Barros disse...

onde te meteste ia dar-te uma palmada nas costas para ver se desenbuxavas rapido,mas fugiste...hihihihih

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

"Bazei"
ihhihihi

LetrasAoAcaso disse...

Apre. Fiquei repetitivo..
Mania das burocracias..ihihih