sábado, janeiro 15, 2005

Os meus Aliens

Estou morto e ninguém tem a coragem de me dizer, também ninguém me manda ir até ao centro comercial, a um sábado, pois a um sábado.
Pior com dois miúdos, ainda por cima jantar, está bem visto, acho que muito bem visto.
Parecia a Família Pipoca em acção, eu que nem sou de me envergonhar, a não ser com coisas que merecem a pena a nossa vergonha, aliás sou capaz de me esponjar no meio do Toys and R’us, agarrado a um boneco qualquer, mas hoje cheguei a ter muita vergonha muita mesmo, mas enfim já passou devia ter aproveitado os Saldos e montar uma barraquinha, podia ser que rendessem algum vil metal.
Mas tudo isto para dizer que depois de uma conversa qualquer sobre a lua, sobre a ida do homem a lua, se os homens conseguiam ir a outros planetas.
comecei a matutar cá com os meus botões, e disse :
- Ora porra somos uns « gajos » com muita sorte, pode haver extra terrestres, pode sim senhor, verdes, as bolinhas, muito inteligentes com naves diabólicas, armas daquelas que transformam uma coca-cola num par de peúgas, ou num queijo de Castelo Branco ou de Alpalhão, numa bela (...) não interessa agora para o caso, se não houver um belo vinho para acompanhar que os transformem em texugos ou gambás .
Mas pensava eu, podem ter tudo transformarem-se em belas mulheres e enganarem-nos porque afinal são lagartos. ou lagartas (bom se for a que fica ao meu lado em Alvalade até que.....).
Mas o que eu quero dizer, por muito que os planetas deles sejam evoluídos, não os estou a ver numa bela praia, a curtir o sol, ou numa tasca a dizer disparates a chegarem a casa com os copos, a arrotar no meio da rua e a coçar o rabo, muito menos num centro comercial num sábado a, levar com gambas de caril, por todo o lado, pior que isso só ver a cara do AgaKan da Piedade ou do Feijó a olhar para mim com ar de reprovação,sem me dizer « qué frÔ » .


Apeteceu-me


7 comentários:

Nuria disse...

Hoje foi péssimo pelos vistos, chegaste ao ponto de pôr as pipoquinhas em saldo! Nao mereciam isso... :|

Carlos Barros disse...

o que eu acho é que eles nunca mais se casam, está a ficar tarde. hihihihihihih

M. disse...

Eu sei o que é ir ao centro comercial contigo. É bem pior que ficar entalado nos torniquetes do metro em plena hora de ponta com todos a empurrarem (e todas a apalparem) :)

Tão bem escrito (vulgo sem erros), sim senhor!

abraço

deSaraComAmor disse...

Hummmm, esses alliens apimentados a caril num sábado à tarde ainda por cima num centro comercial em forma de espiral!!!! Acredito tenhas voado até Titã a ponto de perceberes que afinal estás vivo e provas apenas os prazeres ímpares da paternidade. Nada de grave.
A Palmira, essa, pareceu-me envidraçada numa vitrine de ressacas sistemáticas. Recusa de entrar na idade da razão? Tarda nada anda a comer ovos existencialistas ao pequeno almoço, de roupão e rolos no toutiço!
Até lá, que não lhe doa a pancada.

Beijinhossssssssss

disse...

Já nos conhecemos há algum tempo e acho que já tenho algums intimidade contigo... a suficiente para te dizer algumas coisas que acho que devem ser ditas:
1º Nunca te arrependas de ter ido aos EUA e não teres visto o Bush
2º Nunca te arrependas de teres dado à luz uma "Républica dos Pêssegos"

Desculpa se fui muito dura, mas são coisas que precisavas de saber!!! Agora há que ser forte e seguir em frente!!! ;)

LetrasAoAcaso disse...

Se eu sei o que é ir às compras - ao centro comercial ou não - contigo!
Ainda ando à procura dos penos higiénicos com o tamanho certo....hihihihi

Carlos Barros disse...

Que foi um belo seminario em pleno Continete sobre penso higienicos e tampões, ninguem duvida, agora se conseguiste perceber como a coisa funciona é que eu já não acredito.
Mas afinal...a culpa é de quem???? eu é que sou o mau da fita?
hihihihihihh